terça-feira, 29 de abril de 2008

Fase MANÍACA . Essa fase eu entendendo um pouco mais...

Alguns sintomas desta fase:

-O estado de humor está elevado podendo isso significar uma alegria contagiante ou uma irritação agressiva.

-Elevação da auto-estima.

-Sentimentos de grandiosidade podendo chegar a manifestação delirante de grandeza considerando-se uma pessoa especial, dotada de poderes e capacidades únicas como ser 'Santa' por exemplo.

-Aumento da atividade motora apresentando grande vigor físico.

-Diminuição da necessidade de sono.

-O paciente apresenta uma forte pressão para falar ininterruptamente, as idéias correm rapidamente a ponto de não concluir o que começou e ficar sempre emendando uma idéia não concluída em outra sucessivamente.

-O paciente apresenta uma elevação da percepção de estímulos externos levando-o a distrair-se constantemente com pequenos ou insignificantes acontecimentos alheios à conversa em andamento.

-Aumento do interesse e da atividade sexual.

-Perda da consciência a respeito de sua própria condição patológica, tornando-se uma pessoa socialmente inconveniente ou insuportável.

-Envolvimento em atividades potencialmente perigosas sem manifestar preocupação com isso.

-Podem surgir sintomas psicóticos típicos da esquizofrenia o que não significa uma mudança de diagnóstico, mas mostra um quadro mais grave quando isso acontece.


Exemplo de como um paciente se sente:

"Eu me sentia muito bem, realmente ótima. Na verdade quase invencível. Eu me sentia sem limites para minhas capacidades e energia. Poderia até passar dias sem dormir. Ficava cheia de idéias, planos, conquistas e me sentia super frustrada se a incapacidade dos outros não me deixasse ir além. Mal acabava de expressar uma idéia e já estava falando de um outro assunto. Em alguns momentos ficava aborrecida para valer. Mas com a mesma rapidez que ficava aborrecida, esquecia o ocorrido negativo como se nunca tivesse acontecido nada. Não ficava intimidada com qualquer forma de ameaça, não reconhecia qualquer forma de autoridade ou posição superior a minha."

6 comentários:

Carla disse...

Como faço para convencer um bipolar durante a fase da "mania", aceitar que ele está doente e tem que se tratar? A pessoa consegue voltar a normalidade ou fica alguma sequela?

Juliana disse...

Olá Carla! Primeiramente gostaria de agradecer muito suas perguntas. Vamos lá...

Realmente é muito complicado conseguir convencer uma pessoa na fase maníaca ela precisa de tratamento, pois a mesma se sente potente, altamente inteligente e com uma sabedoria privilegiada. Na cabeça dela o problema está nos outros, jamais com ela.

Só que ela não fica constantemente na mania, ela fica cilando (tem crise, passa a crise, tem crise ainda mais forte, passa a crise,...) e no momento que ela sair da crise maníaca é mais fácil explicar sobre a necessidade do tratamento. É muito importante explicar com clareza o que está acontecendo e informar que existe tratamento. Nesse momento a família tem papel fundamental! A família deve ser forte e procurar médicos psiquiatras (com referencia) para o começo imediato do tratamento. O APOIO DOS FAMILIARES É FUNDAMENTAL NESSE MOMENTO!


A respeito das seqüelas, se a pessoa é tratada logo nas suas primeiras crises as seqüelas serão mínimas. IMPORTANTE, o tratamento deve ser rápido, pois a Bipolaridade é uma doença neurodegenerativa, ou seja, há perda de neurônios e áreas de afinamento do Córtex Cerebral.

Espero ter ajudado!
Abraços, Juliana

Juliana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana disse...

Olá Carla! Acho que a matéria colocada hoje poderá ajudar:
"Como pacientes com bipolaridade e seus familiares podem obter ajuda?"

Abraços, Julina

Paula disse...

Uma pessoa que reage impulsivamente, quando essa mesma pessoa está bem e derrepente fica mal (ou seja fica num estado aparentemente maníaco) pode-se tratar de que tipo de perturbação?

Anônimo disse...

Minha irma so desenvolveu a fase maniaca e nunca a depressiva o que devo fazer?